md 5a9797d302f17

LOGO INS COR

download

YOUTUBE5 EM CIMA

PROJETOS CADASTRADOS EM 2019

TRANSCRIÇÃO MUSICAL DAS PEÇAS DE MÁRCIA KAMBEBA
Carlos Pires -  Coordenador
Resumo: A proposta do presente trabalho é a de transcrever para partituras algumas peças compostas por Márcia Kambeba, compositora de canções de origem indígena. As peças a serem transcritas não constituem o repertório tradicional indígena, mas composições que trazem elementos musicais característicos desse repertório. Considerando o quase completo desconhecimento de peças musicais dos habitantes originais do Brasil, é de interesse para a comunidade musical o contato com esse repertório. As partituras resultantes serão incorporadas ao acervo didático da EMUFPA, e o projeto colaborará ainda com o registro das peças da compositora em partituras, permitindo o acesso aos meios legais de proteção dos direitos de autor.

 

TRIO EMUFPA – MÚSICA DE CÂMARA PARA CLARINETE, TROMPA E PIANO
Sóstenes Siqueira - Coordenador
Jacob Cantão - Colaborador
Humberto Azulay - Colaborador
Resumo: O projeto Trio Emufpa – Música de Câmara para Clarinete, Trompa e Piano valoriza o trabalho camerístico para esta formação de clarinete, trompa e piano nos diversos espaços culturais na região metropolitana de Belém. Tem como finalidade primordial divulgar a música de câmara, visando o aprimoramento dos executantes, apresentando ao público paraense o trabalho musical desenvolvido pelos docentes da Escola de Música da UFPA. Concebido pelos professores envolvidos no projeto, este possui um cunho sociocultural inclusivo, servindo como ferramenta para atrair futuros discentes (dos respectivos instrumentos) para a Escola de Música da Universidade Federal do Pará.

 

A ORDEM DAS MERCÊS E A PRÁTICA DO CANTO CHÃO NO PARÁ – HISTÓRIA, PALEOGRAFIA, PEDAGOGIA E PROSPOSTAS INTERPRETATIVAS
André Gaby - Coordenador
Carlos Pires - Colaborador
Resumo: O projeto de pesquisa se situa na subárea da musicologia e tem como objetivos: estudar a ligação, bem como as mudanças históricas da ordem mercedária paraense com as práticas medievais fundacionais estabelecidas por Pedro Nolasco (fundador da Ordem das Mercês) e seus seguidores; investigar as origens paleográficas da compilação Rituale Rituale/Sacri, Regalis, AC Militaris Ordinis/ B.V. Mariae Mercede/Redemptionis Cativorum/ad usum/Fratum Ejusdem Ordinis/Congregacione Magni Paraensi commorantium/jussu/R.P. Praedicatoris Fr. Joannis da Veiga/in Civitate Paraensi ejusdem Ordinis Commendatoris ela-/boratum, & lucem editum; investigar a possível interpretação musical de época dos cantos contidos no Rituale; além de  investigar a biografia de João da Veiga, autor do Rituale.

 

A FORMAÇÃO TRIO PIANO, CONTRABAIXO E BATERIA NO JAZZ E NA MÚSICA INSTRUMENTAL BRASILEIRA
Leonardo Coelho de Sousa - Coordenador
Adelbert Rodrigues - Colaborador
Santana Carneiro - Colaborador
Walter da Silva Almeida - Colaborador
Resumo: Este projeto propõe uma investigação em torno da formação trio composta por piano, contrabaixo acústico e bateria, nos âmbitos do jazz e da música instrumental brasileira.   A partir da pesquisa bibliográfica, da apreciação de registros áudio e/ou visuais e entrevistas com músicos, pretende-se   fundamentar   bases   teóricas para     criação   de   um   grupo   artístico   composto   por   docentes   da Escola   de   Música   da   UFPA, que   tenha   como   premissa o desenvolvimento   de   ações   didáticas   visando     divulgação   da formação trio e sua importância nos referidos gêneros musicais. A formação trio   em   questão   também   tem   grande relevância no cenário   da   música   instrumental   brasileira   de   orientação jazzística, contexto   no   qual   os   grupos   buscaram   evidentes referências   ao   gênero   norte-americano – “destaque para os instrumentistas (improvisações, valorização  do   virtuosismo), a concepção harmônico melódica e os arranjos que empregam técnicas e formas   jazzísticas” (PIEDADE, 2005, p. 3)   -,   sem   deixar   de explorar   características   rítmicas     estilísticas   particulares   da música brasileira.  Merece menção também a produção de trios na cidade de Belém, onde será desenvolvida a pesquisa. Até então, foi possível levantar informações sobre alguns trios de destaque, que atuaram entre as décadas de 1960 e 1980, tais quais: Caciques Trio, Sam Leslie Trio, Guians de Barros trio e Álvaro Ribeiro trio. Embora existam poucos registros   dos   trios   paraenses   no   período   citado, entrevistas com músicos que integraram alguns dos grupos, sugerem que   estes   recebiam   direta   influência   dos   trios   dos   grandes centros, citados anteriormente. Em tempos mais recentes, trios de relevante atuação foram Pentagrama, Tymbres e Harpya Trio. No âmbito da EMUFPA, não há registro de   trios   com   as características   que   estão   sendo   discutidas, nem   de   ações semelhantes   ao   que   está   sendo   proposto.   A pesquisa sobre a formação trio no jazz e na música instrumental brasileira é uma inciativa dos professores Isac Almeida, Adelbert Carneiro e Walter Almeida - respectivamente, pianista, contrabaixista e baterista, como uma maneira de associar a investigação científica à prática artística e pedagógica.

 

A PERCUSSÃO NOS RITMOS PARAENSES - CARIMBÓ E LUNDU MARAJOARA
Vanildo Monteiro - Coordenador
Walter da Silva Almeida  - Colaborador
Resumo: O projeto pesquisa investiga a utilização dos instrumentos de percussão nos ritmos paraenses: “Carimbó” e “Lundu Marajoara” e seus   registros   em   partituras.  Justifica-se pela necessidade de se conhecer o fazer musical dos grupos pesquisados e a utilização dos instrumentos de percussão nos ritmos paraenses acima citados, que servirão  como   fonte   de   referência     futuros   estudos   acadêmicos   de percussão no Pará.  Destaque para a iniciativa  de  criação   de   um   grupo   de   pesquisa e performance com   alunos   de   percussão   da    Escola de   Música   da   UFPA e professores   do   projeto   para   a produção     divulgação   de um   acervo   de partituras inéditas dos ritmos paraenses: Carimbó e Lundu Marajoara.

 

TRADUÇÃO POÉTICA DO TEXTO DAS 19 LIEBESLIEDER WALZER DE J. BRAHMS - PARA EXECUÇÃO MUSICAL DAS OBRAS EM PORTUGUÊS
Márcia Aliverti  - Coordenador
Maria Lúcia da Silva Azevedo - Colaborador
Milton José Athaíde Monte - Colaborador
Resumo: O projeto pretende efetuar a tradução poética - musical das 19 Liebeslieder Walzer de J. Brahms, do idioma original alemão, para o português. A tradução desses textos permitirá uma maior identificação do público com a obra, pois além da música como linguagem universal, trará o texto cantado em português, o que agrega significado à obra. Após a tradução, o conteúdo textual será disponibilizado no site da escola de música para pesquisas futuras. 

 

MÚSICA POPULAR: CONHECIMENTO, FAZER MUSICAL E REFLEXÃO A PARTIR DA MONTAGEM E REPERTÓRIO
Joelma Bezerra - Coordenador
Adelbert Carneiro - Colaborador
José Agostinho Fonseca - Colaborador
Resumo: O projeto de pesquisa investiga os pressupostos, procedimentos e metodologias que servem de base e sistematizam a oferta de ensino no Curso Técnico de canto popular na Escola de Música da UFPA a partir do repertório musical.

 

PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL E SUA INFLUÊNCIA NAS HABILIDADES DE PERCEPÇÃO MUSICAL
José Alexandre Lemos - Coordenador
Alessandra Castro - Colaborador
André Gaby - Colaborador
Carlos Augusto Pires - Colaborador
Resumo: O projeto de pesquisa investiga os pressupostos, procedimentos e metodologias que servem de base e sistematizam a oferta de ensino no Curso Técnico de canto popular na Escola de Música da UFPA a partir do repertório musical.

 

ÓRTESE PARA VIOLONCELO COMO ACESSÓRIO FACILITADOR AO APRENDIZADO MUSICAL
Áureo Déo Defreitas Junior - Coordenador
Ana Irene Alves Oliveira - Colaborador
Antônio de Pádua Batista, Gail V. Barnes - Colaborador
Pauliane Nascimento - Colaborador
Mônica Lorena Moreira - Colaborador
Jéssika Rodrigues Castro - Colaborador
Resumo: O objetivo dos pesquisadores do Grupo de Pesquisa Transtornos do Desenvolvimento e Dificuldades de Aprendizagem (GP-TDDA) é promover o desenvolvimento de tecnologias assistiva-órtese, visando garantir o melhor posicionamento, estabilização e/ou função do aluno ao segurar o arco de violoncelo. A execução deste projeto, também se justifica pelo fato de poder contribuir com a qualificação de estudantes interessados nos temas Órtese, Educação Inclusiva, e Autismo. Os adolescentes selecionados para participarem das intervenções de violoncelo serão oriundas de diversas origens sociais, étnicas, e culturais, devendo apresentar a idade entre 12 a 15 anos e ser provenientes da região metropolitana de Belém do Pará. Esta pesquisa está vinculada ao Grupo de Pesquisa Transtornos do Desenvolvimento e Dificuldades de Aprendizagem, submetida e em processo de aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa com Seres Humanos (Plataforma Brasil).

 

Portaria nº 152 - 2018 - ICA - Composição dos Membros das Câmaras de Pesquisa e Extensão
Resolução nº 32 - EMUFPA - Cria Coordenação de Pesquisa & Extensão - 29 de março de 2018
Resolucao nº 33 - EMUFPA - Regulamenta - Câmaras Ensino Pesquisa Extensão - Biênio jan 2018 a dez 2019
Resolução nº 4918 de 25 Abril 2017 - Concessão Carga Horária Ensino Pesquisa e Extensão

ufpa

 

ESCOLA DE MÚSICA DA UFPA

End. Av. Conselheiro Furtado, 2007, Cremação, Belém, PA, Brasil
CEP: 66040-100
E-mail. secexec.emufpa@gmail.com
Tel. +55 (91) 3201-8724